A redação

Após mais um revés no brasileirão – desta vez diante do maior rival – a diretoria do Coritiba já começa a agir para melhorar a situação do clube. Ciente de que a equipe tem futebol para estar no G10, o presidente Vilce Lanterna de Andrade já anunciou a primeira medida para tirar o coxa da incômoda posição em que se encontra na tabela.

Celso Roth mira G10

Celso Roth mira G10

“O time precisa respirar novos ares.” – afirmou Vilce, em entrevista por telefone* ao Investidor Estrangeiro. “Decidimos que durante a pausa da Copa, o time vai ficar treinando na capital do Espírito Santo.” – disse. Segundo o presidente, o local foi escolhido porque os jogadores ainda não conhecem Vitória.

Notícias relacionadas:

– Coritiba perde terceiro clássico seguido e pede música no Fantástico

– Jogadores do Coritiba pedem o Tema da Vitória

– Coritiba terá dois jogos a menos no campeonato, pois não encontrará o Vitória

 

* Agradecimentos especiais ao presidente Vilce pela entrevista gentilmente concedida. O cartola atua, neste momento, como chefe de serviços gerais da delegação da seleção brasileira e parou de servir cafezinho aos jogadores para nos atender com exclusividade.

Anúncios

Por Victor Karentenov

A barbárie em forma de obra (a partir da qual milhares de velhinhas indefesas foram enxotadas de seus lares) que consubstancia-se na conclusão do Estádio Joaquim Américo, para a inóspita Copa do Mundo que se avizinha, ganhou as manchetes do mundo todo nesta semana. O vergonhoso atraso das obras foi premiado com um novo prazo para mostrar evolução.

O representante da FIFA, Jerome Valcke, ao invés de cortar Curitiba como uma das sedes do mundial, optou pelo injustificável: o Atlético terá até fevereiro para comprovar evoluções nas obras, a partir de uma nova (e vergonhosa) liberação de verba do governo.

Diante de tamanha injustiça, o presidente Vilson Também Quero Arrego de Andrade reclamou isonomia perante as autoridades competentes e foi prontamente atendido. Assim como as obras do Joaquim Américo, a construção da franquia do Sea World, no Paraná, localizada no CT da Vila Zumbi, terá até o mês de fevereiro para acusar evoluções e, assim, não ser cortada do Mundial de Adestramento de Golfinhos.

Piscina do Sea World antes do início das obras de adequação

Piscina do Sea World antes do início das obras de adequação

Evolução das obras com o dinheiro dos sócios. #coritibanósconstruímos

Evolução das obras com o dinheiro dos sócios. #coritibanósconstruímos

“Os avanços na obra são nítidos. Notem que o design das grafias nas piscinas são diferentes. Sinal que o verdão não para de investir, mesmo contando só com a verba dos sócios. Até fevereiro, na próxima visita do Valcke, novas evoluções no nosso complexo do Sea World serão avaliadas. Em relação à fotografia, espera-se que já tenhamos sinal de Wi-fi para que o Germano não gaste seu salário com 3G, e fontes termais, para que o Julio César não mais tenha crises de hipotermia e precise se aquecer com uma toalha na cara”, explicou Vice.

Notícias relacionadas:

– Banda 100% Paraíba treina nas obras da transposição do Rio São Francisco para tocar na inauguração do Sea World do Coritiba

– Alex declara satisfeito: “eu não via a hora de ter recreação com hidroginástica, igual no Clube Nissei”

– K9 arrisca nado cachorrinho, rompe os ligamentos do joelho e não tem previsão de retorno

por Leonardo Olho-de-Pirata Junior

Sorte: esta palavra define o Atlético no primeiro turno. Após um péssimo começo (digno da qualidade do time), o rubro-negro apresentou uma leve melhora na competição. As combinações de resultados também ajudaram o clube, que agora está na segunda colocação do brasileiro, seguido de perto pelo Coritiba, que está no G9 dos clubes mandantes¹.

Ederson acalma torcida: boa fase não engana jogadores, que sabem que a fuga do rebaixamento é a meta

Ederson acalma torcida: boa fase não engana jogadores, que sabem que a fuga do rebaixamento é a meta

A sensível melhora do Atlético se deve a dois fatores. O primeiro deles é a falta de caráter e respeito ao futebol paranaense. Ao renegar o campeonato regional, o Atlético trapaceou com os demais clubes locais, trouxe descrédito ao campeonato e agora se vale de um melhor preparo físico que seus adversários – que não renegaram seus respectivos campeonatos regionais e cumpriram seus papeis com honra. O segundo fator é a maré de azar do Coritiba, que já soma 42 jogadores do elenco no departamento médico. Com tantos desfalques, o Coritiba não conseguiu se manter na liderança e permitiu que o Atlético chegasse próximo à ponta.

Notícias relacionadas:

– Coritiba vai contratar médicos cubanos para atender sua demanda

– Médicos cubanos chegam ao DM do Coritiba e são escalados para fechar time na próxima partida

– Coritiba anuncia patrocínio das Havaianas para fornecer chinelos ao elenco

O único destaque do Atlético é o atacante Ederson, que não marcou gols contra o peixe nesta rodada e, desta forma, ultrapassou o número de gols de Keirrison no campeonato. E com um time sem brilho, o Atlético vai somando pontos que o ajudarão a fugir do rebaixamento no fim do ano.

¹Considerando apenas partidas realizadas aos sábados

A redação

A boa fase vivida pelo futebol paranaense parece ter acabado. Além do Coritiba ter perdido sua invencibilidade no final de semana e ter visto o rival Atlético encostar na tabela, agora a crônica esportiva está prestes a perder um de seus nomes mais importantes devido a acusações injustas de assédio sexual.

O jornalista Arilton Bezerro, comentarista da Transamarketing Pop e colunista da Gazeta do Porco foi vítima de um conluio entre Mario Celso Petraglia e a imprensa rubro-negra. Agora enfrenta sozinho uma luta pela sua honra.

Arilton em um dia normal de trabalho

Arilton em um dia normal de trabalho

O Investidor Estrangeiro, adepto do jornalismo desprendido de parcialidade, concedeu ao jornalista a oportunidade de se defender das acusações. Enviamos nossa repórter Joice Quervara para entrevistar o ícone da moral e dos bons costumes:

JQ: boa noite, senhor Arilton.

AB: melhor agora…

JQ: como você recebeu as notícias de que estaria supostamente assediando colegas de trabalho?

AB: estava nos Estados Unidos comemorando 50 anos de casado. Minha amante me entregou o jornal e eu mal acreditei no que via. Tive que ligar pra minha mulher, que estava no Brasil, pra explicar a situação. Falando nisso, você conhece os Estados Unidos? Precisamos ira pra lá um dia. Você ia adorar!

JQ: e como você classifica essas acusações?

AB: isso é uma calúnia. Eu tenho condições de provar isso. Tenho provas materiais na minha casa de que isso é uma injustiça. Inclusive convido você pra ir à minha casa hoje a noite pra eu mostrar o material.

JQ: você acredita que o Petraglia esteja envolvido nisso?

AB: sem dúvida. Sempre fui defensor da moral e dos bons costumes e desde o começo fui contra a construção de uma arena particular com dinheiro público… Aliás, falando em dinheiro, olhe só! Acabei de achar 100 reais aqui no meu bolso! Gostaria de tomar alguma coisa comigo? Sei lá, um banho…

JQ: não, obrigado. Gostaria de fazer apenas uma última pergunta.

AB: diga, querida.

JQ: poderia tirar a mão da minha bunda, por gentileza?

Notícias relacionadas:

– Arilton é condenado a 10 anos de prisão, injustamente

– Arilton mais uma vez colabora com o crescimento do futebol paranaense costurando bolas em Piraquara sem cobrar nada

– Presidiário acusado de estuprar cronista diz: “eu só sorri pra ele”

A redação

Enquanto o Atlético promete mil maravilhas para seu novo complexo esportivo construído às custas do povo, o Coritiba já se antecipa e apresenta uma nova atração em seu estádio. Neste domingo, o clube inaugurou uma franquia do Sea World em Curitiba para gerar novas receitas para o clube.

Novos astros do verdão preparados pra subir o túnel

Novos astros do verdão preparados pra subir o túnel (imagem captada pelo nosso fotógrafo Victor, com sua Nikon a prova d’água)

“Pro ano que vem teremos nossas receitas significativamente aumentadas” – afirmou o presidente Vilson Free Willy de Almeida. “Com a ampliação da Mauá, o dinheiro da bilheteria do Sea World e o nosso novo acordo com a transmissora de televisão, bateremos de frente com os clubes do eixo RJ/SP” – declarou confiante o presidente, antes de sair da nova sala subaquática de coletivas de imprensa do Couto dando um salto acrobático e jogando uma bola colorida pros repórteres.

Notícias relacionadas:

– Mercado da Bola: Michael Phelps na mira do Coxa

– Nova modalidade sócio-destruídor do Couto terá não só pedaços de pau, mas também arpões e redes de pesca

– Novo setor da Mauá terá trampolins olímpicos

Apesar de ter lançado o empreendimento hoje, o Coritiba pretende fazer uma festa de inauguração oficial no ano que vem. A mestra de cerimônias do evento será a apresentadora Eliana. O evento também ocorrerá pra anunciar a nova marca do Coritiba no Guinness Book, como “primeiro clube a ter um estádio-cisterna no mundo”.

**Agradecimentos ao diretor de imagens isonômicas, Vinicius Luiz.

Grande!

Maio 24, 2012

A redação

Coxa está entre os quatro gigantes. E pela terceira vez em 4 anos. Ao bater o Vitória em casa por 4 x 1, o time chegou mais uma vez às semifinais da Copa do Brasil, mostrando que se consolidou entre os grandes clubes do país.

Coritiba GIGANTE

Desde 2009 o Coritiba vem mostrando sua grandeza para o Brasil. No ano em questão, o clube eliminou nada mais nada menos do que a o Holanda logo na primeira fase. Nas fases seguintes, o Coritiba mostrou-se gigante ao derrotar Bahia, CSA e Ponte Preta. Neste mesmo ano, o Coritiba confirmou sua grandeza ao ficar no seleto grupo dos 4 classificados pra segunda divisão de 2010. Em 2011 o clube mostrou novamente sua força. Chegou à final onde apenas perdeu por causa de uma noite infeliz de Edson Vascos (que foi negociado esta semana justamente para evitar que venha a jogar numa possível final da CdB 2012). Finalmente, ontem o Coritiba chegou novamente ao seleto grupo dos 4 ao eliminar o Vitória – não sem antes derrotar equipes tradicionais como Nacional, ASA e Paysandu.

Notícias relacionadas:

– Coritiba entra para o Guiness como “o clube mais largo do mundo” devido aos adversários que pega nas chaves da Copa do Brasil

– Brasiliense já esteve no grupo dos 4 grandes

– Paulista de Jundiaí também já esteve no grupo dos 4 gigantes

– No triênio de 2004 a 2006 o Atlético foi vice-campeão brasileiro e da libertadores, 6º colocado na série A e semi-finalista da Sulamericana, mas na época nós esquecemos de fazer uma capa chamando-os de grandes e colocando o rival no rodapé da página

Enquanto isso, pelos lados da baixada, mais uma vez o Atlético mostrou sua pequeneza ao ser eliminado pelo fraco time do Palmeiras. Nos últimos anos, aliás, o clube pegou apenas adversários medíocres nas quartas de final (Palmeiras, Vasco e Corinthians), sem obter sucesso nenhuma vez, apesar disso. Tal fato é mais do que suficiente para mostrar a grandeza do Coritiba perante a mediocridade de seu rival.

Compre o seu antes que apareçam mais 300 figurinhas acabe!

A redação

Enquanto na Arena meia dúzia de pedreiros desqualificados fazem um buraco no chão, o Coritiba dá um salto adiante na briga pela Copa 2014 . O sonho do novo estádio coxa-branca finalmente saiu do papel: na véspera do aniversário de 102 anos do maior clube do estado, a diretoria alviverde apresentou novos desenhos do projeto do Couto todos produzidos em softwares computacionais.

Estádio a ser usado na série A - Com as colunas em formato de "V", de Vilson Ribeiro

Estádio para jogos na série B - Será construída no lugar do Pinheirão, que foi comprado por R$ 1,45

Arena dos juniores - Multicolorida e preparando a nova geração de Alexes do verdão

“Com o nosso projeto saindo do papel para o software, ganhamos de dois lados: estamos agora mais próximos que o time lá de baixo de finalizar o estádio e economizamos papel pra jogar na entrada do adversário.” – diz o  presidente Vilson Ribeiro.

O Coritiba ainda inovou apresentando não só um, mas 3 projetos diferentes no mesmo dia. A quantidade tem explicação: um investidor estrangeiro pretende construir 3 arenas pro Coritiba, totalmente com dinheiro próprio, sem financiamento do governo e sem custos imediatos para o verdão – “Cobraremos apenas 1% do que for faturado na bilheteria, o que ia render aproximadamente 100 bilhões de libras por rodada, já que o Coritiba tem um quadro associativo de aproximadamente 1,5 bilhão de torcedores só em Curitiba” – diz o investidor que chamaremos apenas de V.Ribeiro de A. para ocultar sua identidade.

Cada um destes 3 estádios teria uma função. Um deles daria suporte aos jogos da equipe quando estiverem na série A. Este estádio possuiria sistema de segurança similar a de presídios de segurança máxima, com bloqueio de celular, cães farejadores, atiradores de elite, telas de arame farpado e arquibancadas de isopor para evitar que os torcedores consigam lesionar policiais com seus destroços. O estádio ainda teria um palco nos fundos reservado para os futuros shows do bicentenário do Coritiba, com Skank e Cláudia Leite (compre seus ingressos clicando aqui). O estádio seria chamado Alexsandro, em homenagem ao maior ídolo da história do clube.

Outro estádio seria para os jogos da equipe na série B. O estádio teria maior capacidade que o primeiro, haja vista que a torcida alviverde comparece mais nos jogos do time na segunda divisão, quando o ingresso custa uma lata de Nescau. O estádio se chamaria De Souza, em homenagem ao ídolo Alexsandro de Souza, que jogou no Coritiba.

Por fim, o terceiro estádio seria apenas para jogos dos juniores do Coritiba. O estádio se chamaria Alex, em homenagem ao únic… digo, ao melhor jogador revelado nas categorias de base do verdão, Alex, que jogou no Coritiba.

Notícias relacionadas:

– Baú do esporte: veja as melhores partidas de Alex pelo Coritiba

– Quiz do verdão: veja se você sabe tudo sobre a passagem do craque Alex pelo Coxa

A redação

E o Atlético começa a tomar no meio do cu, finalmente. Após arrotar pro Brasil e para o mundo que seu estádio seria sede da Copa 2014, o clube terá que engolir com farinha o fato de que Curitiba finalmente terá um Plano B para a Copa do Mundo, e com grandes possibilidades de se tornar Plano A, ou até mesmo Plano Alfa, podendo até mesmo virar um Plano Cartesiano de tão fuderosamente estrignante. Um investidor estrangeiro finalmente mostrou-se interessado em fazer um novo estádio na capital paranaense.

O novo estádio será simplesmente um tesão na bunda: além de ter capacidade para mais de 50 milhões de espectadores (metade do quadro de associados do Coritiba atualmente), o estádio ainda terá um estacionamento pra 10 mil carros, 400 caminhões, 350 ônibus leito, 295 tratores, 42 jatinhos executivos e duas espaçonaves (de pequeno porte).  Anexo ao estádio haverá ainda um hotel 6 estrelas, teatro, cinema, parque de diversões e outros atrativos pra torcida coxa, como estandes de venda de papel higiênico, pisca-pisca e pedaços de pau com prego na ponta.

Notícias relacionadas:

– Novo caderno de encargos da FIFA prevê que somente estádios com investimento estrangeiro poderão participar da Copa e Baixada está descartada

Novo iPhone vem com molinete pra recolher o papel de volta, em homenagem ao Coritiba

“Iremos construir esse complexo na área do Pinheirão, que já foi comprada por um investidor estrangeiro que, além de nos dar um estádio novo ainda não vai cobrar nada dos ingressos, nem da nossa cota bilionária de TV. Basicamente, trata-se de um negócio onde nós entramos com o pau, e o investidor com a bunda.” – afirma Vilson Ribeiro, presidente do verdão.

A apresentação oficial do novo projeto acontecerá dia 11, às 17 horas. Haverá a exibição dos desenhos arquitetônicos feitos em post-it e da maquete feita com caixas de pasta de dente e de sabonete Francis enroladas em papel celofane verde.