A redação

Depois da marca histórica do time coxa-branca no Guinness e do título do técnico Marcelo Oliveira de melhor treinador do mundo (conforme noticiamos com exclusividade no Investidor Estrangeiro), agora é a vez de um torcedor representar o Coritiba numa disputa internacional. O lutador de MMA (do inglês, Mixed Modafuckin’ Attackthepoliceman), Alexandre Sangue-Alheio, conhecido apenas como Alexandre Sangue ou simplesmente “Alex, o messias da porradaria”, está pré-selecionado para participar do reality show TUF (The Ultimate Field-invader).

Coritiba Kid também tentou entrar no reality, mas foi desclassificado

O novo reality show está em busca de revelar novos nomes para competições internacionais de invasão de gramado (atualmente, o Brasil perdeu o posto de 1º lugar do ranking da competição para o Egito), e para isso os participantes do reality terão que enfrentar provas como salto com barreira (fosso), 50 metros rasos (também conhecida como “galeto da arquibancada até o meio do campo”), arremesso de objetos perfurantes em distância e levantamento de equipamentos de jornalistas com o intuito de agredir jornalistas.

Ciente das enormes chances de seu torcedor e sócio ser campeão, a diretoria do Coritiba já prepara uma grande festa para sua recepção. As festividades começarão com uma brincadeira de malhação de Judas (fardado). Haverá também a brincadeira de boca do palhaço, onde o palhaço é na verdade um policial e, ao invés de atirar uma bola, atiram-se pedaços de arquibancada. Por fim, o Coritiba também anunciou que promoverá o lançamento definitivo do projeto do Novo Couto, que terá a forma de um octógono, para deixar mais a vontade não só a torcida como também os juízes de MMA que apitam as partidas do verdão e não costumam punir a violência dos jogadores do coxa.

Anúncios

A redação

O Ministério Público bem que queria, mas falhou miseravelmente. Em uma tentativa de manter a paz no clássico AtleTIBA, ficou decidido que apenas a torcida do Atlético teria o direito de assistir ao jogo no estádio Durival Britto e Silva. De nada adiantou. Os torcedores atleticanos, mesmo sozinhos nas ruas, promoveram cenas de barbárie e desrespeito.

O comportamento da torcida, porém, pode ser de certa forma explicado, haja vista que na saída do jogo ex-jogadores do Atlético e ídolos da torcida (que deveriam dar um bom exemplo) foram flagrados no meio de uma confusão encarando a polícia e convocando as autoridades para sair na porrada. Uma cena lamentável e que serviu também de estímulo para os torcedores cabeça-fraca do Atlético se sentissem tentados a fazerem o mesmo.

Ex-jogadores atleticanos fazem cara feia pra polícia e incitam a violência

Notícias relacionadas:

– Atlético bem que tenta, mas não consegue tirar do verdão o recorde de “maior número de hominídeos balbuciando dialetos da era-paleolítica e brandindo pedaços de pau no meio da rua do mundo”

– Ex-jogadores do Coritiba aceitam gentilmente as borrachadas da polícia em ato de repúdio aos ídolos do Atlético e Alex entra pro Guinness como “jogador mais resistente a cuturnada na panturrilha do mundo”

Segundo a polícia militar, todas as ocorrências ocorridas no decorrer do que se decorreu no dia que se decorre hoje envolveram apenas torcedores do Atlético. Segundo o Arcebispo de Curitiba, Dom Ribeirandrade, todos os torcedores do Coritiba estavam na basílica da cidade no momento do jogo, tendo a missa registrado um recorde de 3 bilhões de expectadores e tornando impossível que a torcida alvipretacinzalaranjabrancacomlistrasverdesnaalturadopeitoeosímbolonomeioeessaporratoda estivesse minimamente envolvida em qualquer um dos incidentes.

O blog Investidor Estrangeiro trará, em breve, uma análise mais detalhada do AtleTIBA nas palavras do comenteiro tático Bill Rock. Fique ligado!

A redação

Após um período de “recesso” do assunto Copa do Mundo, finalmente o Coritiba agiu e surpreendeu a todos dando início à rasteira histórica que vai levar o evento para o estádio Couto Pereira. Nesta semana, começaram a chegar ao Alto da Glória os materiais para execução do projeto do Novo Couto.

 

Coritiba começa a fazer o sonho se tornar realidade

 

“É um momento de muita alegria pra nós.” – afirma Vilson Ribeiro. “Vamos começar a obra pela parte mais importante, que é o esgoto, pra limpar as cagadas que a gente vem fazendo desde 2005” – disse. “E além do mais, vamos fazer um sistema de captação de goteiras de mijo nas arquibancadas que vai nos custar mais ou menos 150 milhões de libras esterlinas, ou 1% da nossa cota de TV” – finaliza. O projeto do sistema de captação de goteiras de mijo, no entanto, pode ficar comprometido, pois não existem canos de adamantium no mercado.

 Enquanto isso, na Arena…

…as obras dão lugar à selvageria. Tudo que pode ser verificado, conforme imagens que vem sendo divulgadas na internet, são os setores do estádio sendo depredados. Lógico, numa tentativa barata de imitar o verdão, mas contando com a vista grossa feita pelo promotor Poodle Schmidt, que misteriosamente não faz nada a respeito das cenas vergonhosas fotografadas na Arena. O blog Investidor Estrangeiro traz algumas imagens comprometedoras pra você, leitor:

Atleticanos arrancaram as cadeiras de seu estádio e as atiraram longe, numa tentativa de imitar o verdão

Alguns torcedores mais exaltados alugaram um caminhão pra depredar ainda mais o próprio estádio

 

Nem o telhado do estádio foi poupado pelos marginais atleticanos

A redação

Recorde mundial de vitórias seguidas, marca registrada e que dificilmente será batida no livro dos recordes. O ano de 2011 foi realmente glorioso para o Coritiba. Mas o ano de 2012 poderia ser melhor? Ao que tudo indica, sim. A torcida coxa branca mostrou que é referência para o mundo e inspirou outra torcida, do time egípcio (e também alviverde) Al-Masry, a promover um espetáculo inesquecível no mundo do futebol.

Escudo que remete a Alemanha nazista e cores verde e branca: time egípcio tem muitas semelhanças com o Coritiba

“Estamos muito orgulhosos com esta homenagem e pretendemos estender nossos laços de amizade com o time egípcio, quem sabe até promovendo um intercâmbio de informações sobre armamento rústico, táticas de guerrilha e outros pontos de grande importância” – destaca Vilson Ribeiro, presidente do Coritiba. Quando questionado se tinha medo do “aprendiz superar o mestre”, o presidente respondeu politicamente: “Só vamos saber se um dia sairmos na mão com eles (risos)”.

Notícias relacionadas:

 – Presidente do Al-Masry vem a Curitiba visitar diretoria coxa-branca

– Após assistir jogo no Couto, presidente do clube egípcio diz: “É meio inseguro isso aqui né?”

– 75 mortes no campeonato egípcio entram pro Guinness

E a diretoria do Coritiba realmente se mostrou disposta a criar uma parceria com o Al-Masry. Já está nos planos do verdão um amistoso contra o time egípcio. O clássico já tem até nome: “Terceira Guerra Mundial”. Para a eventualidade do jogo realmente acontecer, o exército americano já estuda quantas ogivas serão necessárias pra manter a paz e a segurança no estádio Couto Pereira. A parceria entre os times também prevê a colaboração de Vilsej Hibeiroaj, arquiteto das pirâmides e vice-presidente do Al-Masry, no projeto do Novo Couto, que terá uma vida útil de mais de 5 mil anos e poderá receber o corpo embalsamado do Faraó Evangelino Neves. Por fim, o presidente do Coritiba se mostrou solidário aos egípcios ao oferecer o estádio Couto Pereira pra eles mandarem seus jogos caso sejam punidos, o que fatalmente deve acontecer já que o promotor do caso é o renomado Poddlejad Schmidteh.

A redação
Segunda-feira passada, dia 16, o modelo/ator Daniel Echaniz foi expulso do BBB depois de suspeitas levantadas por uma cena dele na cama com Monique Amin, que seria neta de uma das velhinhas desapropriadas pelo Clube Atlético Paranaense na construção da Arena para a Copa 2014. A 32ª Delegacia de Polícia, da Taquara, investiga se Daniel teria abusado sexualmente de Monique enquanto ela dormia após uma festa na casa do Big Brother.

Bial de vermelho - Conivência da Globo com o criminoso atleticano

O Investidor Estrangeiro apurou fatos relevantes, que podem levar à conclusão de que Daniel seria um atleticano pago pelo CAP para chamar a atenção da mídia, desviando o foco das barbaridades promovidas pelo Atlético, em conluio com a FPF, para explorar a boa-fé do Coritiba Football Club no que diz respeito ao aluguel do Couto Pereira. O processo de investigação do crime, no entanto, está sendo empacado na justiça pelo procurador Poodle Schmidt, que entre outras atrocidades cometidas em sua carreira, condenou o Coritiba à perda de mandos por causa de um simples confronto corporal coletivo com tentativas de múltiplos homicídios envolvendo a pacata torcida coxa-branca e a despreparada polícia militar do Paraná.

Notícias relacionadas:

– Relembre: Buba, cheirador curitibano do BBB, também era atleticano

– Relembre: Tessália, engolidora de espadas curitibana do BBB, também era atleticana

– Torcida coxa-branca declara que votará sempre a favor de Monique nos paredões

– Monique é declarada campeã do BBB por W.O.

O verdão, porém, contra-atacou: nesta terça-feira, o presidente Vilson Ribeiro anunciou a criação do reality show próprio do Coritiba, que será transmitido através do site oficial alviverde. O nome do reality será “Casa dos Racistas” e terá a participação de grandes celebridades da história alviverde, tais quais Alex, Aristizábal, Alex, Héber Roberto Lopes, Alex e Alex, que serão vigiados 24 horas por dia por mais de 90 câmeras, 43 helicópteros Blackhawk com policiais da Interpol, 54 atiradores de elite e 46 satélites espaciais da NASA espalhados pelo Couto Pereira para garantir a segurança do local mesmo em caso de eliminação de um dos participantes, especialmente o Alex. Espera-se que o reality atinja 90 pontos de audiência no Ibope, levando em conta que apenas 3% da torcida coxa-branca deve assistir ao programa.

A redação

Nem a virada do ano foi o suficiente pra parar as sucessivas vergonhas impostas pelo Atlético ao futebol do estado. Após empurrar goela abaixo dos cidadãos paranaenses a construção de seu estádio com o dinheiro público, o Atlético agora conta com o apoio da Federação Paranaense de Futebol para consolidar suas falcatruas. O clube da Baixada escolheu o Majestoso Couto Pereira para mandar os seus jogos durante as reformas ilegais do estádio atleticano e, diante da óbvia negativa da diretoria alviverde – que não aceita, nunca aceitou e jamais aceitará torcedores civilizados freqüentando o Couto Pereira – recorreu à suja e rasteira entidade máxima do futebol do estado para alcançar seus objetivos.

Couto Pereira: antes, palco de horror e sanguinolência. Agora será vergonhosamente local de manifestações de uma torcida que grita pelo seu time

“Eu não acredito no ofício que recebi até agora!” – afirma o presidente do Coritiba, Vilson Ribeiro – “Nós cuidamos do nosso estádio com tanto carinho… Reformamos tudo, instalamos cadeiras facilmente quebráveis pra ajudar nossos torcedores marginais, investimos nossa urina durante anos nas paredes do Couto pra chegar a Federação e nos obrigar a alugar o Couto por apenas 30 mil reais por jogo. 30 mil reais é o que ganha por hora o porteiro da casa do roupeiro do time sub-18 do Coritiba. Só com a receita de 0,0005% dos nossos sócios, já ganhamos, por dia, 10 vezes mais do que isso.” – protesta.

Notícias relacionadas:

– Especialista afirma: “Mendigos que moram debaixo da ponte pagam mais do que R$ 30.000,00 de aluguel”

– Após chamar Coritiba de golfinho, Petraglia e Atlético terão de pagar 47 centavos a mais por jogo, diz Vilson Ribeiro

– Aluguel de estádio em Joinville custa mais caro do que aluguel do Couto Pereira

A torcida do Coritiba também ficou na bronca com a Federação e promete uma mega mobilização para protestar. Mais de 2 bilhões de pessoas (32% do número de sócios do Coritiba, aproximadamente) estarão no Couto Pereira pra dar um mega abraço no estádio. Com o total de pessoas que estarão lá, estima-se que o abraço dará 49 voltas ao redor do universo inteiro, e entrará para o Guinness como “Maior abraço coletivo em uma estrutura comprometida pelo tempo e pela ação de bactérias urinárias do universo”. O Coritiba, ainda, entrará na justiça pra tentar retomar o Couto Pereira. Como principal argumento, a defesa do Coritiba usará o fato de que quem tem que emprestar a Arena pro Coritiba é o Atlético, já que no fim das contas é o Novo Couto que será o estádio da Copa.

A redação

Mesmo a pouquíssimos dias do fim de 2011 ainda houve tempo para o Atlético, mancomunado com a prefeitura de Curitiba, fazer mais uma patacoada e estragar o fim de ano dos pobres moradores do entorno do estádio atleticano. Às vésperas do natal, o que os vizinhos da Arena receberam de presente foi nada mais nada menos do que um decreto de desapropriação de suas casas.

Papai Noel atleticano estraga natal dos vizinhos da Arena

“O Papai Noel entrou pela chaminé da minha casa e a primeira coisa que estranhei foi que ele estava com roupa vermelha e preta, ao invés do tradicional vermelho e branco” – diz Vilsinho, 10 anos, vizinho da Arena e frustrado com a visita do Papai Noel à sua casa. “Depois ele botou a mão no saco de presentes, tirou de lá de dentro um papel e pediu pra que eu entregasse pra minha mãe… Me disse ‘HO HO HO, se fode aí piazão sem teto!!’ e então saiu da minha casa voando num trenó puxado por poodles” – afirma.

Como única alegria nesse natal, os moradores terão o consolo de se sentirem vingados, pois mesmo com as desapropriações, a copa será definitivamente sediada pelo novo estádio do Coritiba. O presidente do clube fechou as tratativas e comprou o terreno do antigo Clube do Golfinho, pela identificação que o mesmo possui com o verdão. “Compramos o terreno do Clube do Golfinho e lá vamos construir o tão sonhado Novo Couto, porém manteremos as piscinas ativas para que os jogadores possam treinar nado, já que a região do novo CT do Coritiba alaga durante o período de chuvas (de janeiro a dezembro), dificultando os acessos.” – diz o dirigente. “Quando finalmente terminado o nosso complexo esportivo, não só teremos o mais moderno estádio como manteremos o clube para nossos 2 bilhões de associados*, porém vamos rebatizá-lo para Clube da Luta em homenagem aos guerreiros gladiadores sanguinolentos invasores de estádio da nação coxa-branca” – finaliza.

*números atualizados hoje, há 25 segundos atrás, para garantir que este número não subiu em 50% até a publicação desta matéria.**

**enquanto escrevíamos esta nota de rodapé, o número já subiu em 50%

A redação

Na semana de troca de comando no Atlético Paranaense, o novo presidente do clube aproveitou seus 15 minutos de fama para criticar a imprensa do estado do Paraná por estar lutando pela isonomia, acusando de maneira leviana e infundada alguns veículos de comunicação – dentre eles o Investidor Estrangeiro – de conspirarem contra o clube da Baixada.

Em resposta a estas acusações, o blog mostra hoje um panorama geral de sua redação, explicando todo o processo de invenção levantamento das notícias que são divulgadas no site, mostrando que todas são pautadas em fatos 100% confiáveis.

Redação do Investidor em um dia de trabalho isonômico

O primeiro setor da redação é o SCBE (Setor de Criação de Boatos com Embasamento), que trata de criar notícias com base em fontes altamente confiáveis. Nos reservamos ao direito de não revelá-las pois tal atitude além de anti-ética pode acarretar na invasão de nossa redação por pessoas com armas rústicas e altamente violentas, capazes até de agredir policiais.

Depois de escritas, as notícias são encaminhadas ao SDEC (Setor de Desenhos de Estádios em Computador), que é responsável pela ilustração das notícias sobre os planos alternativos para a cidade de Curitiba. Este setor é de suma importância pois faz o leitor realmente conseguir enxergar como serão os novos 16 estádios do Coritiba que já foram planejados.

As notícias escritas são avaliadas por nosso editor-chefe, Vilson RDA, que define quais serão publicadas. Como nosso processo criativo é rigorosamente pautado na isonomia, dificilmente se faz necessária a mudança das notícias ou mesmo exclusão.

Assim fica óbvio concluir que as acusações feitas pelo presidente do Atlético são infundadas e caluniadoras. Nosso blog sempre se pautou na responsabilidade na divulgação das notícias e na luta pela justiça no futebol paranaense. Justiça esta que há de tirar a copa do estádio que será levantado com o suado dinheiro do IPTU do povo.

A redação

A luta pela isonomia no estado ganhou corpo definitivamente na imprensa. O blog Investidor Estrangeiro, filiado da RPI (Rede Paranaense de Isonomificação), acaba de se tornar sócio majoritário do popular blog Triburra do Paraná, também assíduo na busca pela isonomia. Com a fusão, surge um novo grupo na imprensa do estado, que será a partir de agora conhecido como RIPB (Rede Isonômica de Plano Beficação).

Povo paranaense comemora nova fusão

“É importante que grandes redes de luta pela isonomia se juntem dessa forma. É mais um passo dado pra tentar evitar as maracutaias da copa no nosso estado.” – afirmou Vilson Fuicampeãoprimeiro, presidente do Coritiba e líder da luta estadual a favor do plano B. “Com a queda do time do estádio Barnabezão e o surgimento desse novo grupo de desinformação, o Coritiba terá muito mais exposição na mídia, o que fará com que não só o Plano B se torne verdade como nossa cota de TV aumente ainda mais”.

Notícias relacionadas:

– Plebiscito pela divisão do estado do Paraná em “Paraná” e “Sócios do coxa” ocorre nesta sexta

– Pesquisa de boca de urna aponta que, com aproximadamente 1 bilhão de votos, sócios do coxa terão um estado só pra eles

– Estado Sócios do Coxa pretende anexar Joinville como capital. Governo de SC já compra dardos tranqüilizantes para conter os primatas durante a invasão

A festa de inauguração do novo grupo será no dia 11, às 17 horas, com shows de Cláudia Leite e Skank, com abertura da banda 100% Paraíba, que não vai contar com o vocalista Marcelinho Paraíba, pois ele está preso por estupro. Em seu lugar, cantará Alex, outro grande jogador da história do futebol paranaense, que está de volta em Curitiba para jogar a Libertadores (de 2095) pelo verdão.

Leonardo Mente Junior

24 de agosto de 2011. Um dia que ficará na memória de duas torcidas rubro-negras. Neste dia, Atlético e Flamengo se enfrentavam pela Sulamericana. O local era a Arena da Baixada, lugar onde o Atlético ainda não sabia o que era perder para o Flamengo. Ou melhor, me deixe corrigir esta frase, porque ficou muito clichê. O local era a Arena da Baixada, palco que não conhecia vitórias do Flamengo. Espera, chamar estádio de palco, também é clichê. Foda-se, continua assim mesmo.

Mas como sempre há uma primeira vez pra tudo… Não, clichê de novo.

Naquela noite, porém, o inesperado aconteceu: nos minutos derradeiros da partida, Ronaldinho Gaúcho (que havia acabado de entrar) fez o gol que deu a vitória para o Flamengo, quebrando o tabu na Arena e dando a classificação para o time da gávea com uma goleada acachapante de 1 x 0. Noite histórica e memorável para a torcida do Flamengo.

Mas a noite também entrará para a história do Atlético. Além de perder a invencibilidade e a importante vaga na Sulamericana, o time da baixada ainda perderá a Copa do Mundo graças à comemoração ousada de Ronaldinho nos vestiários, se masturbando, sem a intervenção de nenhum segurança do estádio “mais moderno” do Brasil.

Arena perde a copa após vergonhosas cenas gravadas em suas dependências

“Se um time não consegue nem evitar uma punhetinha indecente em seus domínios, quem dirá garantir a segurança em um evento de nível mundial.” – afirmou Jerome Valcke. “Depois dessa demonstração de falta de capacidade, creio que seja difícil, pra não dizer impossível, que a Arena ainda seja sede da Copa. Temos outros planos pra cidade.” – finalizou.

Notícias relacionadas:

– “Policial que levou cadeirada da torcida do verdão estava se masturbando em campo” – afirma Vilson

– Por medida exemplar contra punheteiros exibicionistas, Couto salta na frente na briga pela Copa

– Vila Capanema aguarda investidor estrangeiro para construção de banheiros para prática de sexo solitário

“Isso é um clara demonstração de incompetência administrativa.” – afirma o exemplar presidente Vilson Ribeiro de Andrade à equipe do Investidor Estrangeiro. “Se fosse no Couto Pereira, cenas lamentáveis como essa jamais ocorreriam. Aqui na nossa casa, 5 contra 1 só é permitido em confrontos corporais contra policiais em serviço.” – provoca o dirigente.