A redação

Enquanto o Atlético promete mil maravilhas para seu novo complexo esportivo construído às custas do povo, o Coritiba já se antecipa e apresenta uma nova atração em seu estádio. Neste domingo, o clube inaugurou uma franquia do Sea World em Curitiba para gerar novas receitas para o clube.

Novos astros do verdão preparados pra subir o túnel

Novos astros do verdão preparados pra subir o túnel (imagem captada pelo nosso fotógrafo Victor, com sua Nikon a prova d’água)

“Pro ano que vem teremos nossas receitas significativamente aumentadas” – afirmou o presidente Vilson Free Willy de Almeida. “Com a ampliação da Mauá, o dinheiro da bilheteria do Sea World e o nosso novo acordo com a transmissora de televisão, bateremos de frente com os clubes do eixo RJ/SP” – declarou confiante o presidente, antes de sair da nova sala subaquática de coletivas de imprensa do Couto dando um salto acrobático e jogando uma bola colorida pros repórteres.

Notícias relacionadas:

– Mercado da Bola: Michael Phelps na mira do Coxa

– Nova modalidade sócio-destruídor do Couto terá não só pedaços de pau, mas também arpões e redes de pesca

– Novo setor da Mauá terá trampolins olímpicos

Apesar de ter lançado o empreendimento hoje, o Coritiba pretende fazer uma festa de inauguração oficial no ano que vem. A mestra de cerimônias do evento será a apresentadora Eliana. O evento também ocorrerá pra anunciar a nova marca do Coritiba no Guinness Book, como “primeiro clube a ter um estádio-cisterna no mundo”.

**Agradecimentos ao diretor de imagens isonômicas, Vinicius Luiz.

Anúncios